segunda-feira, 23 de novembro de 2009

DESCULPEM-ME



Desculpem-me os infelizes, mas estou explodindo de felicidade

Desculpem-me os infelizes,

mas estou explodindo de felicidade
Desculpem-me os insensíveis,

mas quero morrer nesse sentir
Desculpem-me os surdos,

pelo deleite que essa música me traz
E os mal-amados,

porque morro de amor...
Os abstêmios,

pelo prazer que essa bebida me proporciona....
os cansados,

desiludidos,

carentes....
Sou plena, intensamente EU,

amada, desejada, querida.
Desculpem-me os famintos:

delicio-me com esse prato.
Desculpem-me os poetas...

não pretendo fazer poesia...
Sou, simplesmente.
Com toda a liberalidade das paixões,
Com toda a consciência do ser,

do estar,

do sentir,

do querer.
E que venham todos: amados, amantes, mal-amados.
Postem-se, todos.
Meu querer os prostrará.






.

SENDO POESIA...

Sendo poesia ...


Seja poesia, a estrada da existência
que, iluminada à luz do dia,
trafegamos entre descobertas e parecências!

Seja poesia, posto que a noite não demora
e, de uma alma vazia,
a flor da semente dos sonhos não brota.

Seja amargura, ternura, açoite ou seja simplesmente
tudo, pois sendo transcendente e profundo,
o universo da entrega trará um sol para sua noite.

Seja a poesia que encanta e ensina um mundo diferente
e, pelo viés do avesso do conhecimento,
cumpra a sina de percorrer a eternidade num momento.

Ser poesia é mais que fazer versos, é ser o inverso
da compreensão das aparências, e, por dentro e antes e sempre,
colorir o papel do mundo de fraternidade e coerência.

ROUBEI SIM...

ROUBEI SIM...
roubei de ti o coração
e não tente tomá-lo de volta
porque ele está atravancado
no mais profundo recanto do meu ser
tal como a árvore imensa enraizada
por milênios existenciais da natureza...

Eu o roubei...
naquele instante em que me deste teu sorriso
naquele instante em que me estendeste as mãos
naquele instante em que eu já era a poesia por te querer
e num chamado eterno para seguirmos juntos
as estradas da vida... já eramos nós...

Eu o roubei...
roubei o teu coração e te digo:
não hás de tê-lo de volta
porque em troca
dei-te o meu coração repleto de amor
a minha alma iluminada por teus carinhos
a minha vida inteira
para amparar-te...
para aquecer-te...
para amar-te...
amar-te... e amar-te...
eternamente...

terça-feira, 10 de novembro de 2009

TENS ANJOS



Tu és completo, meu amigo.
Tua aura é feita de amor.
Tens almas lindas ao teu redor.
Com peles encantadas,
Que lhe deixam fascinado.
Com sorrisos,
Com abraços,
Tens anjos.
Que sempre ao chegar em casa.
Te abrem os braços.
Mesmo cheio do trabalho,
Nada te rouba o cansaço.
Tens anjos ao teu redor...
Um amor maior –
Beleza que vem de dentro
São verdadeiros amores.
Sorrisos que vêm por prazer,
Lágrimas que correm
Pois delas nada podemos esconder
Mas a cada amanhecer,
Tens anjos bem pertinho de você.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

A TORPEZA DO CIÚME

Eu preciso desculpar-me
Por este torpe sentimento
Eu preciso afastar-me
Do ciúme em sofrimento

Não quero que tome conta
Que desmanche a beleza
Mas o coração apronta
Com o amor e sua pureza

Quisera eu ser um homem seguro
Mas desconfio das coisas plenas
As vezes sozinho no escuro
Sofro de ciúme em duras penas

Onde estará minha musa?
O medo de cair no ápice
O ciúme é dor muito suja
É um veneno em lindo cálice

Mas tratarei de renovar a alma
Ainda tenho alguns dias
Esses dias requerem calma
Segundo o Reiki e as profecias

São coisas que não resolvi
Màgoa da dor que já senti
Em vidas passadas e mal resolvidas
Que voltaram até aqui
Para cobrarem as minhas dívidas

Decimar Biagini

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

DA IMAGEM QUE PERSISTE


Tocando a vela,apaga a luz...o vento tocando impulsiona o sonho de um homem.Que velejando vai amando a brisa,o amor incondicional em estar tendo a verdade de ser feliz.Fazendo o que queres,errando ou acertando,somos nós culpados ou não de ambos os erros.A confusão é plena em todos os corações,sabemos que a disordem norteia os fortes que se escondem e os fracos que se dizem heroi e ficam a plena luz guerreando por míseros ''nada'' minutos de glória.Não to dizendo isso aqui por nada,sei como é injusto o mundo para soletrar em palavras, ás vezes o complicado que somos.Tem gente que ama mesmo,e outros que se esconde por causa da necessidade do sexo,vivendo uma inverdade cravada na realidade da hipocrisia que ele e todos nós vivemos .São pontos de um dia que percebo o quanto muita gente faz falta para gente,onde o estress esta contido nos nossos olhos, que nao pode ver a real beleza das coisas.Quero poder ainda ter um filho,que veja toda as facetas da vida,e que nao seja contaminado com a mesma incerteza de um dia estar assim,não sabendo o que é um fim,não sabendo que a felicidade é o momento do agora,e criando uma imagem maluca de todo o mundo,que está constantemente nesse contraste.

NA ALEGORIA DESSE MOMENTO


Caindo aos prantos, meu rosto alinha lágrimas que desbrava alegria que um dia já foi tristeza. Tentei o pergaminho da esperança para vislumbrar o caminho da saudade, mas o mundo cauteriza agente como se fossemos o útero dos desejos do amanhã.

Trago vocês todos nesse momento de volta para mim, na minha memória onde meus pais estão juntos e meus amigos estão mais perto de mim...em momentos ímpares que vivi na vida.

AS LETRAS SÃO AS MELHORES DROGAS


Terás um momento em que o sentimento será maior que a dor.

Terás um momento em que o amor será mais forte que o erro.

Será um mistério como a morte o meu medo de poder amar infinitamente

Será um dia mais que outro, será outro dia que vou te reencontrar

Por acaso sofra, não precisarei andar mais

Construirei com minhas lagrimas, nuvens negras da dor de despertar do amor se tornar mar de magoas.

Cristalinas são as sementes da solidão de um coração apaixonado querendo germinar em um corpo amado, que vive em um cavalo alado de um sonho qualquer;

do mesmo jeito que cavalgo ao seu alcance nos momentos de sonhos que penso em estar com você mais do que já me contamina,tanto como vive em mim.

Ainda mais assim, que vendo o fim de tantas alianças, percebo como andar mais firme,Perdendo o mesmo risonho sentimento de timidez que se torna sempre defesa no começo de um amor.

Um dia quem sabe, as letras me sustentarão da mesma ânsia daqueles que tentam se drogar para fugir da realidade.

O meu ópio é um amor verdadeiro, consagrando um herdeiro que verás que idéias são fundadas e construídas dentro de corações armados para viver a eternidade do amor e todas suas conseqüências.

O INÍCIO

Tudo começou pelas idéias e confesso que demorou até chegar ao papel. Depois de alguns anos, os papéis ficaram amarelados e resolvi digitar tudo. Então percebi que era muita coisa, muitos sentimentos, muitas flores e muitos espinhos.O incentivo que dava à minha mãe para publicar um livro, passou ser o meu incentivo.Nos meus escritos, por assim dizer, tem um pouco de tudo, um pouco da vida, falo da natureza, das coisas simples, sofisticadas, de mim, de alegrias, triztezas, decepções, drogas e vontade de ver pessoas cada vez melhores a fim de construir , ou reconstruir esse mundo para legá-lo a gerações futuras.Sou jurista e não advogada. Não advogo porque não é minha vocação. Adoro ler e estudar, por isso migrei para a área científica do Direito.A minha verdadeira vocação é ARTES. De todo tipo: Dança, teatro, Artes plásticas, música, fotografias!Sou do tipo de tem ALMA DE ARTISTA. Sou cheia de ideais e esse fato muitas vezes me leva à profundas decepções, mas também tem suas recompensas. Então fico com as recompensas!Tenho um propósito bem latente hoje: O COMBATE ÁS DROGAS. A Droga é um Câncer e não prejudica e mata só quem a utliliza, destrói também a família.Poesia, hoje para mim, é um modo de vida. Uma maneira que encontrei para descarregar sentimentos oprimidos. Então escrevo muito. Tenho poesias mirabolantes até as mais singelas.MÚSICA: ahhhh, a música, o que seria do ser humano sem uma melodia. Apesar de já ter feito piano, violão e flauta, não toco, mas gosto de ouvir as mais variadas canções e os mais variados artistas. Comecei a valorizar também a música sem rótulos. Sim. Aquele que seu vizinho compôs e você acha bonita, aquela que você compôs e gostaria de gravar. Eu, por exemplo tenho várias letras de músicas, só falta a melodia-por pouco tempo!O verbo desse blog é FAZER!Já deixei de ficar de braços cruzados a muito tempo. Sempre fiz. No meu tempo...mas sempre fiz!Consigo hoje, pensar 10 vezes antes de falar, pois posso magoar alguém ou minha fala pode ser fruto de uma mentira ou fofoca, então procuro cultivar a fala amorosa e deixar de lado a fala imprópria e inadequada.Por muitos anos analisei a palavra PERDÃO; e sinceramente acho muito difícil perdoar. Então arranjei uma saída: NÃO ME OFENDER! Dessa forma não preciso perdoar, porque não fui ofendida.Gosto muito de ler e estudar filosofia e ultimamente estou estudando doutrinas e religiões orientais.Apesar de não parecer, eu tenho uma tremenda habilidade para falar em público, principalmente com a platéia cheia. Quanto mais gente melhor.A DANÇA: é minha asa. Dançando consigo voar, plainar...Gosto de danças nas suas diversas formas, só não me convide pra dançar Funk.ARTES PLÁSTICAS: a pintura , seja ela qual for é o nosso retrato do dia. Gosto muito de pintar. Me relaxa e eu viajo nas cores. Gosto de Monet, Picasso e Portinari. Acho Da Vinci incrível, mas não faz meu estilo. Bem, adoro artistas desconhecidos, aliás são os que eu mais gosto.Quando a gente cresce, percebe que ser uma constante na vida é praticamente impossível. Nós somos seres de "altos e baixos", principalmente nos dias de hoje, onde as doenças mentais cresceram absurdamente. As pessoas hoje são tão preocupadas, correm de um lado para outro, as crianças sofrem de hiperatividade, ninguém tem gentileza no trânsito, ninguém tem mais paciencia.O mundo precisa urgente de uma palavrinha mágica chamada TOLERÂNCIA! A TOLERÂNCIA no meu ponto de vista, é a bola da vez desse século. E quando digo tolerância falo de sentido amplo. Tolerancia no trânsito, no trabalho, dentro de casa, ao telefone, com amigos, com estranhos, com a natureza, com o planeta, com VOCÊ! Sim. Temos que ser tolerantes com nós mesmos também. Se eu não consigo ser tolerante e amável comigo mesma, como conseguirei ser com quem está ao meu lado?É isso, aos poucos todos que entrarem ou participarem desse blog irão me conhecer um pouquinho melhor e o mais importante, se esforçarão para ser pessoas melhores.COMO NÃO POSSO MUDAR O MUNDO, VOU COMECAR PELAS PESSOAS!Larissa

Loading...