quarta-feira, 27 de agosto de 2008

JARDINEIRA DE PALAVRAS: JARDINEIRA DE PALAVRAS

Amanhecendo

Quantos dias começaram esperando a noite chegar,
Quantas noites chegaram com o brilho frio da lua e dos faróis,
Quantos caminhos percorridos sem destino e lugar para pousar.

Tudo não passou de ilusão.
Tudo ficou na solidão.

O amanhecer sempre chegava, mas sem brilho
E junto com ele o frio a desilusão.

Só por hoje, o dia começa sempre com o brilho do teu olhar,
Começa com o calor do sol a me espreitar e a esperança de que a noite vem me brindar.
Brindar com o som da tua voz, o calor do teu corpo e a certeza de quilômetros a serem percorridos com um porto seguro para aportar.

Só por hoje vejo que ao te olhar, me descubro e redescubro a cada segundo na beleza da tua alma e do teu corpo que me foi dado de presente.

Como é bom sentir o presente no ar que respiro, puro e perfumado com teu cheiro, que só por hoje, me permito a me deixar contaminar e a me dominar.

Teus olhos e teu sorriso me fazem crer que amar a mim mesmo é a coisa mais importante, pois, só assim, vou conseguir mantê-los sempre presente.
E ao fundo... a deliciosa melodia de duas pessoas a me dizer “quando eu dormir você dorme... repete e então eu digo quando vocês dormirem eu durmo.”
Durmo com a certeza de mais um dia ensolarado e quente e de que mais uma noite veio a me brindar....

Então, que venha o amanhecer...
e é só isso do que eu quero saber.


Marcelos Martin

terça-feira, 26 de agosto de 2008

A VIDA É MUITO CURTA PRA SE ARREPENDER.
ENTÃO AME AS PESSOAS QUE TI TRATAM BEM.
ESQUECE AS QUE TI TRATAM MAL.
ACREDITE QUE TUDO ACONTECE POR UMA RAZÃO.
SE TIVER UMA SEGUNDA CHANCE, AGARRE-A COM AS DUAS MÃOS.
SE ISSO MUDAR A SUA VIDA DEIXE ACONTECER.
NINGUÉM DISSE QUE A VIDA SERIA FÁCIL, SÓ QUE VALE A PENA.
OS AMIGOS SÃO COMO BALÕES; SE VOCÊ OS DEIXAR IR TALVEZ NUNCA MAIS VAI TE-LOS DE VOLTA.
ÀS VEZES NOS OCUPAMOS COM NOSSAS PRÓPRIAS VIDAS QUE NÃO NOTAMOS QUE OS DEIXAMOS IR.
ÀS VEZES NOS PREOCUPAMOS QUEM ESTA CERTO OU ERRADO QUE ESQUECEMOS O QUE É CERTO E ERRADO.
ÀS VEZES NOS ESQUECEMOS O QUE É AMIZADE ATÉ QUE SEJA TARDE DEMAIS.
Não sou nada demais, porque tudo que é demais sobra...
E o que sobra é resto! Sou de menos, porque tudo que é de menos falta...
E o que falta é sempre uma RARIDADE!!!
Não passo pela vida...
E você também não deveria passar.
Viva!!!
Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é MUITO para ser insignificante.
" Enquanto algumas pessoas fazem de tudo para serem marcantes,outras agem naturalmente e tornam-se inesqueciveis ".
"A verdαdeirα belezα não estα no rosto onde muitos procurαm, mais sim no corαção onde poucos encontrαm".
" Você nunca sabe que resultados virão da sua ação.
Mas se você não fizer nada, não existirão resultados."

ASS: Edson

Bons momentos !!!
A VIDA É MUITO CURTA PRA SE ARREPENDER.ENTÃO AME AS PESSOAS QUE TI TRATAM BEM. ESQUECE AS QUE TI TRATAM MAL. ACREDITE QUE TUDO ACONTECE POR UMA RAZÃO. SE TIVER UMA SEGUNDA CHANCE, AGARRE-A COM AS DUAS MÃOS. SE ISSO MUDAR A SUA VIDA DEIXE ACONTECER. NINGUÉM DISSE QUE A VIDA SERIA FÁCIL, SÓ QUE VALE A PENA.OS AMIGOS SÃO COMO BALÕES; SE VOCÊ OS DEIXAR IR TALVEZ NUNCA MAIS VAI TE-LOS DE VOLTA. ÀS VEZES NOS OCUPAMOS COM NOSSAS PRÓPRIAS VIDAS QUE NÃO NOTAMOS QUE OS DEIXAMOS IR.ÀS VEZES NOS PREOCUPAMOS QUEM ESTA CERTO OU ERRADO QUE ESQUECEMOS O QUE É CERTO E ERRADO.ÀS VEZES NOS ESQUECEMOS O QUE É AMIZADE ATÉ QUE SEJA TARDE DEMAIS. Não sou nada demais, porque tudo que é demais sobra... E o que sobra é resto! Sou de menos, porque tudo que é de menos falta... E o que falta é sempre uma RARIDADE!!!Não passo pela vida... e você também não deveria passar. Viva!!! Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é MUITO para ser insignificante." Enquanto algumas pessoas fazem de tudo para serem marcantes,outras agem naturalmente e tornam-se inesqueciveis "."A verdαdeirα belezα não estα no rosto onde muitos procurαm, mais sim no corαção onde poucos encontrαm"." Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados."

domingo, 24 de agosto de 2008

Hora de fazer mais curativos

Após o glorioso 29 de agosto de 2004, quando festejou o ouro em Atenas, a seleção masculina de vôlei mergulhou num ciclo olímpico cheio de transtornos. Até este domingo, correram 47 meses, 26 dias e algumas horas de provação para um time que um dia pareceu imbatível. Crises internas, bate-bocas, derrotas dolorosas, feridas que, aparentemente, só poderiam ser fechadas no degrau mais alto do pódio em Pequim. Pois é hora de fazer mais curativos.

Por Marco Leite
Diante da derrota aparecem os problemas...
... a seleção brasileira de vôlei ganhou tudo que podia ganhar durante longos oito anos, e ontem caiu diante dos Estados Unidos. Um time que não é melhor que a nossa seleção, mas eles tinham uma coisa que o Brasil perdeu - o desejo de superar seus limites e vencer o que parecia impossível -, foi assim com as meninas do vôlei feminino de nosso país. O Brasil parecia cansado e sem objetivos a serem alcançados, pois já tinham ganho tudo durante essa geração fantástica que surgiu há oito anos.
Na recuperação das drogas e do comportamento isso também pode acontecer, às vezes permanecemos durante longo período em abstinência e ocorre que, com isso, reavemos tudo que tínhamos perdido: família, bens, auto-estima, o reconhecimento social e profissional, entre tantas outras coisas que poderia citar. Viramos vencedores e perdemos nosso objetivo principal, e que nos é ensinado, que é o de continuar sempre buscando algo a mais para poder atingir a sobriedade, que para os adictos é muito mais do que está no dicionário. Achamos que já somos vencedores e deixamos escapar muito da caminhada dos 12 passos. Eles nos ensinam sobre a Espiritualidade: fundamental para uma vida de recuperação é admitir que sozinhos não vencemos nada; a Auto-vigia: sem isso podemos tropeçar nas pequenas coisas, já que as grandes são fáceis de ver; Humildade: que facilmente perdemos quando esquecemos que estamos em recuperação e quando praticamos o 6º e o 7º passos; a Honestidade: para admitir que esquecemos de onde viemos e o que passamos e, principalmente, que o domínio sobre nossas vidas já não nos pertence e sim a Ele (1º e 3º passos).
Entendo que o Brasil do vôlei não poderia ganhar para sempre, mas nós em recuperação não podemos nos dar ao luxo de relaxar, pois se o fazemos corremos o risco de nos machucar muito mais do que já estivemos machucados algumas 24 horas atrás. E se isso ocorre é realmente a hora de fazer mais curativos, mas não podemos jamais esquecer de vez em vez olharmos para nossas cicatrizes e aprender com elas. Só assim poderemos realmente ser vencedores em uma vida de recuperação. Que apesar de tudo esse “Só por hoje” deve durar para sempre.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

É preciso perder para dar valor. É preciso chorar para aprender a amar. É preciso confiar para se entregar. É ainda assim a grande verdade é que,é preciso ouvir para nunca gritar...Todos irão sofrer um dia, para saber, o verdadeiro sentido da felicidade ! Se sentir saudade: procure Se sentir vontade: faça Se tiver vontade: lute Se perder: esqueça Se gostar: viva !muitas vezes deixamos de lutar pelo que realmente queremos pelo simples fato de não querer ouvir um NÃO...errar é humano...perdoar é preciso...e correr atrás daquilo que realmente queremos é uma obrigação nossa!! Viva... ame... pense... erre...e depois do erro corra atrás de refazer o seu acerto...nada é pra vida toda...mais arrisca!!! Nunca deixe para amanhã o que pode ser feito hoje.. Ass:Edson Só por hoje ...

Virando o jogo e derrotando a vaidade

Com vitória no salto em distância, brasileira se torna primeira mulher do país a subir ao lugar mais alto do pódio no atletismo em Jogos Olímpicos.
Enquanto as adversárias estavam maquiadas, com cortes de cabelo ousados e piercings no umbigo, Maurren Maggi chegou para a final do salto em distância nesta sexta-feira de cara limpa, com um simples coque. Após cinco saltos e marca de 7,04m no Ninho do Pássaro, veio o enfeite que ela queria: a medalha de ouro. Com a conquista desta sexta-feira, Maurren entra para a história ao se tornar a primeira brasileira a garantir uma medalha de ouro no atletismo. Além disso, desde 1984, com Joaquim Cruz nos 800m rasos, que o Brasil não garantia o primeiro lugar no pódio olímpico.

Por Marco Leite
Lembro muito bem quando Maurren Maggi foi pega no dopping por causa de uma pomada, um cosmético usado para a beleza. Maurren Maggi era uma daquelas atletas que além do talento fora de série era extremamente vaidosa diante de sua beleza. Pois bem, Maurren Maggi foi suspensa por dois anos, e durante esse tempo de exílio casou, teve filho e resolveu voltar ao atletismo após três anos de ausência. Maurren já não era mais a mesma, virou uma atleta no “espírito”, já não dava mais bola para o visual e sim ao objetivo do esporte que é superar o seu próprio limite.
Mais uma lição que os Jogos Olímpicos nos deixam. A superação em uma residência em comunidades terapêuticas deve ser feita com a mesma garra de Maurren. O residente deve principalmente se despir do ego, das vaidades, do orgulho, da falta de humildade. Enfim, durante o exílio de Maurren muitas “fichas” devem ter caído.
Penso que o esforço de Maurren deve servir como exemplo de superação e, principalmente, para descobrir que a vaidade não está no visual e sim na essência da “alma”. Somos todos seres espirituais, ocasionalmente habitando um corpo. Portanto o importante é a beleza do ser. Maurren descobriu isso alcançou o seu limite e, com isso, atingiu o sonho de todo atleta que é a superação.
Na dependência química também é preciso superar todas as barreiras. A discriminação social é uma das principais. O dependente sai de uma comunidade terapêutica e encontra um mundo que o discrimina, e onde todos julgam todos, fazendo disso um jogo de vaidades. O grande segredo é despir-se da vaidade e descobrir que sozinho ninguém consegue, mas que juntos somos uma força que pode mover o mundo, que eu espero, sinceramente, para o bem comum.
E no fim o maior de todos os exemplos de HUMILDADE, Sofia, filha de Maurren, dentro de sua inocência infantil disse para a mãe:
"MAS EU QUERIA A PRATA"

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

JARDINEIRA DE PALAVRAS

JARDINEIRA DE PALAVRAS

"CAIS DA SOLIDÃO"


Meus anseios, meus sentimentos desfeitos neste cais da saudade...
Tantos sonhos, tantas promessas de eterna felicidade...
Ternuras, juras e mais juras na nossa última despedida...
Um último abraço, último beijo, último olhar entre lágrimas,
sua cruel partida...

Tudo que me fazia feliz se foi junto ao navio que desapareceu
em alto mar...
Esqueceu rapidamente que para trás deixou este alguém a chorar...
Talvez agora nem se lembre da minha solitária existência...
Um alguém que dedicou o amor em plena consciência...

Diariamente, mesmo sabendo ser utopia,
volto a este cais cheio de esperança.
Fixo os olhos no horizonte, às vezes uma longínqua fumaça...
Quem sabe, pode ser você para os meus braços voltando...
Sou sim uma escrava do amor, mesmo assim continuo esperando...

Cada navio atracado, inutilmente procuro na multidão
na ânsia de avistá-lo...
Com tristeza vejo como tudo isso é irreal, custo a acreditar...
Que nada na sua vida representei, nem uma saudade no íntimo aflorar...
Mesmo assim resta a esperança de um dia voltar...

Ciente de que jamais viria novamente a mim...
Como um sonho irreal, mesmo assim aguardarei até o meu fim...
Nunca imaginou o tamanho amor que tenho guardado...
Isso não importa mais, o tempo não me perdoou, ficou no passado...

Continuarei à sua espera mesmo inutilmente, noite e dia...
E a cada navio atracado em mim abate uma triste alegria...
Como sempre a procura de você, que me esqueceu...
Não importa isso, estou aqui desde que o dia amanheceu...

Neste cantinho da plataforma, até as gaivotas acostumaram
com minha diária presença, muitos de mim se aproximaram...
Pareciam dizer-me em coro, esqueça este sentimento que tanto te
amargura...
Abra os olhos para um novo horizonte, existe muita ternura.

Hoje vivo da triste realidade, consumido pela saudade
e pela dor...
Mesmo que não queira, não consigo deixar de dedicar-lhe o meu amor...
No silêncio da madrugada, como companhia só a recordação.
Imaginando se um dia realmente foi só meu .

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

JARDINEIRA DE PALAVRAS#links

JARDINEIRA DE PALAVRAS#links

JARDINEIRA DE PALAVRAS

JARDINEIRA DE PALAVRAS

JARDINEIRA DE PALAVRAS

JARDINEIRA DE PALAVRAS

JARDINEIRA DE PALAVRAS: ALMAS DE HOMENS

JARDINEIRA DE PALAVRAS: ALMAS DE HOMENS












Almas de homens...num mundo de guerras


Eles não conhecem o certo e o errado
Não sabem a diferença do bem e do mal
Vivem num conto de fadas
Onde sapos são príncipes
E bandidos são mocinhos


Embriagam-se nas muitas mentiras
por medo de poucas verdades
Não conhecem as ruas escuras onde andam
E se enganam no caminho errado
Por medo de começarem um novo


Eu vi o homem que se perdeu nos pensamentos
E digo que esse homem não existiu
Tentou encontrar a saída de uma trilha em sua mente
E pagou pela cegueira da humanidade
Como um profeta pela ignorância dos que julgam
O homem foi o último a tentar entender
Os mistérios da alegria, da tristeza e da dor
E os ensinamentos de como viver


E hoje há um homem embriagado num bar
Contando histórias de guerras e de como foi herói
Num mundo que ele nunca entendeu
Em batalhas que nunca soube lutar
E tantos pensamentos foram em vão
Foi outra alma em busca de compreensão












terça-feira, 12 de agosto de 2008

JARDINEIRA DE PALAVRAS: SOBRE AMIZADE

JARDINEIRA DE PALAVRAS: SOBRE AMIZADE

SOBRE AMIZADE

AMIGO...



Hoje, eu quero dar-te um abraço!Que talvez no dia-a-dia se perdeu...Nesta louca correria, amigo meu!Dizer-te o quanto és importante,agradecer-te, a cada instante,pela amizade, cumplicidade, carinho e palavras...Por compreenderes meus erros,aceitar-me como sou!Ouvires meus desabafos edesenganos.Tentaste mudar minha história,quando ela fora triste!Ao carregar o meu fardo,por quantas vezes caístes?Era grande o peso da minha dor...Maior ainda o peso do teu amorque se levantou quantas vezes,machucado também...Minhas dores eram tuas, de mais ninguém!Fraco, eu apenas chorava...Forte, teu amor me levantava!Quero abraçar-te muito, agradecer-te tanto!Quero hoje carregar tuas dores...Mesmo que me causem chagasteu sofrimento!Carregarei, em meu peito, um a um... cá dentro.Quero aliviar-te! Toma as palavras que ofereço-te de coração!Se tombares, não te preocupes.Terás sempre as minhas mãos.Quero tuas lágrimas todas,enxugadas em meu ombro...Quero as minhas, com as tuas juntadas.Quando vier o teu tombo!Erga-te em minhas mãos...Em meu peito, aninha-te!Do mundo, livrar-te-ei dos espinhos.Afinal, amigo, foi Deus quem te fez...E te colocou em meu caminho!
"AMIGO É COISA PRA SE GUARDAR DO LADO ESQUERDO DO PEITO..."

O INÍCIO

Tudo começou pelas idéias e confesso que demorou até chegar ao papel. Depois de alguns anos, os papéis ficaram amarelados e resolvi digitar tudo. Então percebi que era muita coisa, muitos sentimentos, muitas flores e muitos espinhos.O incentivo que dava à minha mãe para publicar um livro, passou ser o meu incentivo.Nos meus escritos, por assim dizer, tem um pouco de tudo, um pouco da vida, falo da natureza, das coisas simples, sofisticadas, de mim, de alegrias, triztezas, decepções, drogas e vontade de ver pessoas cada vez melhores a fim de construir , ou reconstruir esse mundo para legá-lo a gerações futuras.Sou jurista e não advogada. Não advogo porque não é minha vocação. Adoro ler e estudar, por isso migrei para a área científica do Direito.A minha verdadeira vocação é ARTES. De todo tipo: Dança, teatro, Artes plásticas, música, fotografias!Sou do tipo de tem ALMA DE ARTISTA. Sou cheia de ideais e esse fato muitas vezes me leva à profundas decepções, mas também tem suas recompensas. Então fico com as recompensas!Tenho um propósito bem latente hoje: O COMBATE ÁS DROGAS. A Droga é um Câncer e não prejudica e mata só quem a utliliza, destrói também a família.Poesia, hoje para mim, é um modo de vida. Uma maneira que encontrei para descarregar sentimentos oprimidos. Então escrevo muito. Tenho poesias mirabolantes até as mais singelas.MÚSICA: ahhhh, a música, o que seria do ser humano sem uma melodia. Apesar de já ter feito piano, violão e flauta, não toco, mas gosto de ouvir as mais variadas canções e os mais variados artistas. Comecei a valorizar também a música sem rótulos. Sim. Aquele que seu vizinho compôs e você acha bonita, aquela que você compôs e gostaria de gravar. Eu, por exemplo tenho várias letras de músicas, só falta a melodia-por pouco tempo!O verbo desse blog é FAZER!Já deixei de ficar de braços cruzados a muito tempo. Sempre fiz. No meu tempo...mas sempre fiz!Consigo hoje, pensar 10 vezes antes de falar, pois posso magoar alguém ou minha fala pode ser fruto de uma mentira ou fofoca, então procuro cultivar a fala amorosa e deixar de lado a fala imprópria e inadequada.Por muitos anos analisei a palavra PERDÃO; e sinceramente acho muito difícil perdoar. Então arranjei uma saída: NÃO ME OFENDER! Dessa forma não preciso perdoar, porque não fui ofendida.Gosto muito de ler e estudar filosofia e ultimamente estou estudando doutrinas e religiões orientais.Apesar de não parecer, eu tenho uma tremenda habilidade para falar em público, principalmente com a platéia cheia. Quanto mais gente melhor.A DANÇA: é minha asa. Dançando consigo voar, plainar...Gosto de danças nas suas diversas formas, só não me convide pra dançar Funk.ARTES PLÁSTICAS: a pintura , seja ela qual for é o nosso retrato do dia. Gosto muito de pintar. Me relaxa e eu viajo nas cores. Gosto de Monet, Picasso e Portinari. Acho Da Vinci incrível, mas não faz meu estilo. Bem, adoro artistas desconhecidos, aliás são os que eu mais gosto.Quando a gente cresce, percebe que ser uma constante na vida é praticamente impossível. Nós somos seres de "altos e baixos", principalmente nos dias de hoje, onde as doenças mentais cresceram absurdamente. As pessoas hoje são tão preocupadas, correm de um lado para outro, as crianças sofrem de hiperatividade, ninguém tem gentileza no trânsito, ninguém tem mais paciencia.O mundo precisa urgente de uma palavrinha mágica chamada TOLERÂNCIA! A TOLERÂNCIA no meu ponto de vista, é a bola da vez desse século. E quando digo tolerância falo de sentido amplo. Tolerancia no trânsito, no trabalho, dentro de casa, ao telefone, com amigos, com estranhos, com a natureza, com o planeta, com VOCÊ! Sim. Temos que ser tolerantes com nós mesmos também. Se eu não consigo ser tolerante e amável comigo mesma, como conseguirei ser com quem está ao meu lado?É isso, aos poucos todos que entrarem ou participarem desse blog irão me conhecer um pouquinho melhor e o mais importante, se esforçarão para ser pessoas melhores.COMO NÃO POSSO MUDAR O MUNDO, VOU COMECAR PELAS PESSOAS!Larissa

Loading...